15.3.11

 
Centros de Emprego

Segundo o Publico, e com base em numeros divulgados - aparentemente a muito custo - pelo IEFP:

-23 mil inscritos emigraram em 2010;
-600 mil inscricoes anuladas em 2010;
-so um quarto dos empregos obtidos por desempregados inscritos foram obtidos atraves dos centros de emprego.

O ultimo aspecto levanta questoes obvias sobre a eficacia dos centros de emprego, uma dimensao da administracao publica que nunca recebeu grande atencao publica, apesar da importancia do tema do desemprego e da informacao disponivel.

PS- Entretanto, a descoordenacao no governo em relacao 'a reforma laboral e' cada vez mais evidente. Como e' que se mantem no lugar um alto responsavel que comeca por dizer que nao e' preciso alteracoes, que passadas algumas semanas ja diz que sim, e que agora se ve a discutir com os parceiros sociais alteracoes diferentes (e muito menos radicais) que aquelas que o seu governo apresenta em Bruxelas na mesma hora?

Seria desejavel que os ministros de um governo fossem pessoas nao so com capacidade tecnica e politica mas sobretudo que pensassem pela sua cabeca e nao se limitassem simplesmente a seguir o que diz o primeiro-ministro, independentemente daquilo que anunciaram fazer na vespera - que sera aquilo que supostamente acreditam ser melhor para o pais. Assim sendo, um conselho de ministros nao e' mais que a perspectiva de uma so pessoa, o que envolve riscos enormes para a conducao do governo.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?