27.1.09

 
"Avaliacao da OCDE" sobre as reformas educativas

O Ministerio da Educacao divulgou ontem, com ampla cobertura nos media, um relatorio sobre as reformas educativas no 1o ciclo do ensino basico.

Infelizmente, ha' uma serie de equivocos em redor do estudo:

Em relacao ao ultimo ponto, e' de referir que nas cerca de 100 paginas do estudo so' ha uma tabela com informacao quantitativa. Sobre esta tabela - reproduzida em baixo - escreve-se:

"Um dos maiores problemas era, e é, a elevada taxa de retenção dos alunos no segundo ano de escolaridade. A principal razão era a forte correlação negativa entre a dimensão da escola e a taxa de retenção. Existe também alguma correlação negativa entre a estabilidade do professor e a taxa de retenção. Os dados (Figura 3.6) mostram-no claramente. Em 2006/2007, existiam menos 25% de escolas no sistema do que em 2001/02, e a taxa de retenção diminuiu em metade." [meu italico]



E' sempre de louvar a utilizacao de estatisticas com vista 'a avaliacao de politicas (em contraponto a analises estritamente subjectivas ou baseadas em "case-studies" de aleatoridade discutivel).


No entanto, concluir que a retencao dos alunos na "escola primaria" diminuiu como consequencia da reducao das escolas com base em dados como os desta tabela nao presta grande servico 'a "evidence-based policy" em Portugal.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?